Educação & Cultura

Comunidade lança cartilha sobre história do povo quilombola

NeyBarbosa
Escrito por NeyBarbosa

“A nossa história, passada por gerações e gerações, pela oralidade, ganha uma versão impressa. Agora vai percorrer estradas, voar pelo céu infinito do mundo, navegar mares, em formato de cartilha”

O povo quilombola, que habita a região de Quingoma, em Lauro de Freitas, pretende preservar a história ancestral, através de cartilha, que será distribuída na comunidade, através dos líderes e escolas públicas da região.

A cartilha retrata a primeira história de luta e resistência, dos primeiro povos africanos, que chegaram ao quilombo por volta de 1569, representando 450 anos de existência.

Os exemplares das cartilhas vão para as lideranças locais e escolas do entorno, para que a comunidade venha conhecer sua própria história que, a partir de agora, sai da oralidade e vai para o registro escrito, onde todos saberão dos fatos, contados pelo povo, protagonista de suas lutas e resistências.

O lançamento está sendo organizado pela própria comunidade e conta com o apoio de parceiros, envolvidos com as causas da mesma.

“Queremos comemorar esse momento histórico, com você. Venha amanhã para o Quilombo Kingoma. Amanhã é dia de abraçar e agradecer. Cole com a gente! Aquilombe-se!” Afirma Rejane.

Programação:

14h00 – Abertura com as falas e entrega de alguns exemplares da cartilha
Donana
Rejane – Samba de Roda
Reinaldo Tim
Beijuzeiras de Areia Branca
Movimento Aquilombar
Movimento Sem Teto da Bahia
Coletivo Kingoma – Prof. Tássio Revelat
Representações Religiosas que estiverem presentes.

Apresentações Culturais:

Samba de Roda Renascer do Quingoma
Beijuzeiras de Areia Branca
Dentre outras atrações…

17h00 – Gira em homenagem às pretas velhas e aos pretos velhos.

Sobre o autor

NeyBarbosa

NeyBarbosa

Jornalista RPJ/DRT n.° 0006098
(71) 98423-7270
-----------------------------
https://orcid.org/0000-0002-6389-2953
http://lattes.cnpq.br/8038182463254486
https://chat.whatsapp.com/COsCMosyva1JABdeM0veKc
https://t.me/mundojornalismo
-----------------------------
"Não deixe as coisas que você não pode fazer, impedí-lo(a) de fazer as coisas que você pode!"
(John Wooden)

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto:
/* ]]> */