728X90 SERASA EXPERIAN
Educação & Cultura

Jornada Pedagógica recebe educadores de Lauro de Freitas

NeyBarbosa
Escrito por NeyBarbosa

Em evento especial, criado pela Coordenação de Educação Básica, da Secretaria Municipal de Educação – Semed, educadores do município são recebidos para a abertura da Jornada Pedagógica 2019

Com o título “Escola, Cultura Digital e BNCC – Construindo uma relação crítica, reflexiva e ética, na educação”, a Jornada Pedagógica 2019 terá sua culminância nesta terça-feira (26/02), com diversas atividades, na Escola Municipal Dois de Julho, em Itinga.

Na programação, mesa temática, com diversos temas em debate, além de oficinas, comporão este dia de imersão em conhecimento, preparando os educadores, para o ano letivo, que inicia na semana após o Carnaval.

A redação do Portal de Lauro esteve presente no evento, onde conversou com alguns educadores, que expressaram a sua opinião, sobre mais esta etapa. Anteriormente todos passaram pela formação de gestores.


Declarações da Sra. Cristina Cavalkievicz, Coordenadora do Projeto

PL: Gostaria que a senhora nos falasse sobre a Jornada Pedagógica 2019

Cristina Cavalkievicz: desde que nós iniciamos a gestão, em 2017, já tínhamos essa pretensão, a de colocar a Jornada Pedagógica como um momento de acolhimento, e, neste período, em que os professores estão voltando das férias, a conotação é de reencontro, de acolhimento. Mas, não se trata apenas disso, é também um momento também de pensarmos nas nossas práticas, na nossa escola. Nós da Semed, por exemplo, estamos focados nos objetivos que queremos alcançar, em termos de Educação. Trata-se de um momento muito precioso, de pensar na organização, na seriedade, no compromisso, na reflexão sobre a qualidade da Educação, que tanto desejamos.

Em 2018 já fizemos isso, não deixando que a Jornada fosse, apenas, um evento festivo, mas de reflexão, críticas e movimentação em prol da qualidade da Educação.

Neste sentido, amanhã, (26), estaremos oferecendo uma variedade de mesas temáticas, pela manhã, no Colégio 2 de Julho, onde os educadores, mediante os seus interesses e necessidades, se dirigem às mesmas, para ouvir, debater e colocar suas opiniões pertinentes às questão da Educação.

Na parte da tarde, teremos as oficinas, mais práticas que teóricas, onde teremos relatos de experiências dos educadores em geral, dinâmicas onde eles poderão expor suas práticas pedagógicas e seus resultados, nem sempre divulgados, talvez pela timidez ou falta de oportunidade.

Assim, a Jornada Pedagógica é um momento ímpar, onde teremos a oportunidade de discutir, de forma abrangente, tudo o que é pertinente à Educação.

Quero acrescentar, ainda, que este evento tem a pretensão de abranger, também, os porteiros, merendeiras, secretárias, enfim, todo o corpo de funcionários não docentes.


Para Doralice Alves e Simone Gonzaga, diretora e vice-diretora, respectivamente, da Escola municipal José Ramos, a Jornada Pedagógica é o pontapé inicial do ano letivo.

PL: O que significa, para a senhora, educadora, a Jornada Pedagógica 2019?

Doralice: o início do planejamento do ano letivo, o pontapé inicial, onde reúnem-se todos os profissionais da Educação. Mas gostaria que estivessem reunidos aqui, também, todos os profissionais: porteiros, zeladores, os funcionários de uma forma geral, todos envolvidos neste processo da Educação.

PL: O que a senhora acha que vai levar, na sua bagagem, quando sair desta jornada?

Doralice: com certeza, nunca saímos como entramos. Sempre levamos algo, algo que não trouxemos e deixamos aquilo que veio conosco, por vezes pouco, por vezes muito, com as palestras; os encontros; a troca com as colegas.  Enfim, é uma troca de experiência, que todo espaço como esse, proporciona.

PL: e no que que a Jornada Pedagógica pode contribuir para o ensino, para a Educação, especificamente para os alunos do município de Lauro de Freitas?

Doralice: eu gostaria de responder melhor a esta pergunta no final da Jornada, porque por mais que a gente fale algo negativo dos encontros, a nossa expectativa é que seja algo bom, positivo. Sendo assim, eu poderia responder, de forma mais efetiva, depois de ter visto todo o caminhar, mas, de antemão, afirmo que a gente sempre leva algo de bom.

PL: Sra. Simone, gostaria de acrescentar algo, às palavras da Sra. Doralice?

Simone: bom, espero que esta Jornada sirva para acrescentar, para nos ajudar na nossa caminhada, neste ano letivo de 2019,  que possamos levar, para a nossa prática diária, seja na sala de aula e na gestão das demais áreas da escola. Que o que aprendermos, aqui, possa ser praticado, no intuito de ajudar os nossos alunos, que é o nosso maior objetivo, na Educação.

Doralice: acho que nós, diretoras(es) e vice, tivemos um privilégio a mais, que foi a Semana de Capacitação dos Gestores, foi uma semana maravilhosa, de muita troca de experiência, de muitos fatos que desconhecíamos sobre o processo administrativo da escola e que temos que estar cientes, porque, na verdade, vamos gerir toda ela, tanto o prédio, como pessoas. Assim, estes 5 dias foram de suma importância. Muito bom e, de certa forma, parabenizamos a organização e quero salientar, que me senti feliz em ver gente da gente, ver a prata da casa valorizada. Realmente, fomos privilegiados.


Para Eliana Bacelar e Rosângela Carvalho, diretora e vice-diretora, da Escola de Cadetes Mirins, a Jornada Pedagógica vem para abrir novos horizontes, contribuindo para novas ideias, dentro da área de educação.

PL: o que significa, para a senhora, educadora, a Jornada Pedagógica 2019?

Eliana: é o início do ano letivo, onde podemos organizar as ideias, planejar o ano e abrir novos horizontes, para nós, dentro da área da Educação.

PL: O que a senhora está levando desta Jornada, como bagagem?

Eliana: Muito conhecimento e boas expectativas.

PL: no seu entender, como esta Jornada contribui para os alunos De Lauro de Freitas?

Eliana: com muito conhecimento, novas expectativas e abertura para novas experiências.

PL: quais a sua impressão em relação à Jornada Pedagógica?

Rosângela: acho muito importante adquirirmos novos conhecimentos e podermos utilizá-los na Educação, afinal, estamos aqui para contribuir, para somar.


Maria do Socorro Ferreira da Costa (diretora) e Andrea Bonfim dos Santos (vice) da Escola Tempo Integral Gregório de Almeida definem o evento como um ponto de reencontro, com colegas e fortalecimento, para um novo ano letivo.

PL: o que significa, para a senhora, educadora, a Jornada Pedagógica 2019?

Maria do Socorro: a jornada pedagógica é um evento muito importante, neste recomeço, um momento de reencontro com colegas de longas jornadas, parceiros, um preparo para o ano letivo. Trata-se de um fortalecimento, através de troca de experiências com os demais gestores.

É um momento de acolhimento, visto que escola, também acolhe, trata-se de um espaço de educação, cultura, beneficência, troca e produção de saberes.

Andrea: é um momento importante para que possamos nos abraçar e transformar, ainda mais, esta cidade tão voltada para a Educação. Vamos sair daqui com a certeza de que estamos no caminho certo, abrindo mais o leque de opções para desenvolvermos a educação dos alunos, especialmente os especiais, com os quais trabalhamos na nossa escola.


Entrevista com o vereador e presidente do PT em Lauro de Freitas Roque Fagundes 

O Vereador Roque Fagundes, enfatiza a qualidade dos temas discutidos, bem como aos responsáveis, por sua organização.

PL: Vereador, gostaríamos que desse a sua opinião sobre a Jornada Pedagógica 2019.

inicialmente, quero saudar a todos os que acompanham o Portal de Lauro, uma imprensa que vem desenvolvendo um trabalho sério e dizer que estamos aqui, participando da Jornada Pedagógica, mais uma vez. Um momento que antecede o ano letivo, onde se trava questões e debates, mas onde também se faz um congraçamento entre todos que militam na Educação, com o tratamento de temas interessantes. Uma conferência de abertura do ano letivo, realizado pela comunidade escolar, num todo.

Então, quero parabenizar a Prefeita Moema Gramacho, o secretário Paulo Gabriel e demais responsáveis por este evento, por este momento ímpar, de muita alegria, de felicidade, pela qualidade dos temas trazidos para discussão, que nos alimenta, que nos traz reflexões e informações importantes para que possamos discutir a cidade e a Educação do nosso município.

Parabenizo a todos, forte abraço e grande beijo no coração!


Entrevistamos a Prefeita de Lauro de Freitas, Sra. Moema Gramacho, onde perguntamos como a mesma vê a Jornada Pedagógica 2019 e o que ela representa, para o município de Lauro de Freitas. Confira:

“Eu estou achando um sucesso, uma participação muito importante. Os temas, também, são muito atrativos, porque estamos na “era” da comunicação, da tecnologia, e, poder discutir a questão da cultura digital, paralelamente ao tratamento do curriculum comum, é muito importante neste momento em que estamos atravessando, num país, numa sociedade de retrocesso muito grande.

Então, o que vejo aqui, é uma efervescência dos nossos educadores, discutindo, cada vez mais, como fazer, para ir de encontro a tudo isso que está sendo colocado, na ordem do dia. Considero isso muito importante: trabalhar com rede social, para utilizá-la da melhor forma possível, uma forma educativa, que possa contribuir para a melhoria da qualidade na \educação.

Penso que essa jornada já começou bem e, hoje, com as oficinas e grupos de trabalho, com certeza surgirão oportunidades para podermos começar o ano, com foco naquilo que é importante: melhorar cada vez mais a qualidade do ensino, da educação, transformando-a, efetivamente, em Educação integral. Não, necessariamente, escola de tempo integral, mas sim uma Educação de tempo integral, que possa garantir a integração entre comunidades, escolas, prefeitura, executivo e educadores, buscando, todos juntos, um mesmo objetivo: promover uma Educação cada vez melhor para os nossos munícipes, o que só se faz com o empenho coletivo e claro, temos que garantir as condições para tal.

Apesar das dificuldades, da crise e da conjuntura, temos nos esforçado para isso e ainda bem que contamos com educadores de qualidade, assim, todos juntos, buscamos criar este “equilíbrio”, que é o potencial dos nossos educadores e, com a busca das nossas condições cada vez melhores e, no momento, enquanto executivos, estamos concluindo as nossas licitações, para garantir o acesso à tecnologia dentro das escolas, com os tablets, computadores e a qualificação profissional, necessária, para utilização desses equipamentos, com a finalidade de proporcionar a modernidade necessária e a tecnologia, dentro das instituições de ensino.”



Por Ney Barbosa & Ray Casales

Sobre o autor

NeyBarbosa

NeyBarbosa

Jornalista RPJ/DRT n.° 0006098
(71) 98423-7270
-----------------------------
https://orcid.org/0000-0002-6389-2953
http://lattes.cnpq.br/8038182463254486
https://chat.whatsapp.com/COsCMosyva1JABdeM0veKc
https://t.me/mundojornalismo
-----------------------------
"Não deixe as coisas que você não pode fazer, impedí-lo(a) de fazer as coisas que você pode!"
(John Wooden)

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: